Você sabe como funciona o crédito estudantil? Entenda!

Postou em

Você já ouviu falar sobre o crédito estudantil? Esse tipo de empréstimo é bastante requisitado e costuma ajudar pessoas que estão tendo dificuldades para  pagar a faculdade. Você já teve problemas com isso? Já pensou em fazer um empréstimo?

Assim como acontece com outros processos de empréstimo, com o crédito estudantil você faz um contrato com pagamento postergado. Você recebe o valor acordado e fica responsável por o devolver com juros e taxas previamente definidas.

Tudo isso ocorre dentro de um prazo também pré-determinado, ou seja, fazer um empréstimo estudantil exige certo planejamento. Principalmente no que diz respeito às datas limites de pagamento.

Sendo assim, nem sempre fazer um empréstimo estudantil é a opção ideal. Mas, você sabe quanto essa alternativa se torna praticamente inevitável? Vejamos!

Quando recorrer a um empréstimo estudantil?

Temos a consciência de que o sistema de ensino privado no Brasil tem crescido exponencialmente nos últimos anos. Isso se deve, especialmente, aos programas de crédito estudantil. Porém, muita gente ainda não sabe qual é o momento certo para utilizar esse recurso.

Estudar e trabalhar não são combinações simples para universitários, porém, quando essas atividades ainda se acumulam à necessidade de pagar as mensalidades da graduação, as coisas ficam mais difíceis.

É nesse momento que deve-se recorrer ao crédito estudantil, afinal, ele pode te ajudar a pagar sua universidade com mais facilidade. Apesar de ser um empréstimo relativamente fácil, muitos universitários não entendem sobre o assunto, nem sabem como utilizar o recurso.

Quais são os tipos de crédito estudantil?

Nos últimos anos, muitas opções de crédito estudantil foram incorporadas ao mercado. Por causa disso, muitas vezes, as pessoas acabam ficando confusas com relação a qual tipo de empréstimo é mais adequado para sua necessidade.

Se você é estudante, é provável que já tenha ouvido falar nesse tipo de crédito, não é mesmo? Então, vamos conferir um pouco melhor sobre as principais opções de crédito estudantil, dessa forma, será possível decifrar qual é a alternativa que se adapta melhor ao que você precisa:

FIES

O FIES (Programa de Financiamento Estudantil) é um dos principais programas de crédito estudantil do governo. Ele foi projetado pelo Ministério da Educação e sua principal função é financiar o ensino superior para alunos de instituições privadas.

Para ter acesso a esse financiamento, é essencial que o estudante atenda a uma série de requisitos. Entre eles estão: ainda não ter concluído a graduação, ter mais de 450 pontos do ENEM, sem zerar na redação ter uma renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa.

Entretanto, muitos estudantes acabam não preenchendo os resultados exigidos como condição para o uso do FIES, seja por não alcançar a pontuação ou por ter uma renda familiar mensal que excede aos padrões permitidos.

Por causa disso, o financiamento privado também tem crescido nos últimos anos, se tornando uma alternativa viável para muitos estudantes.

Crédito Estudantil Privado

O primeiro fator que diferencia o crédito público do crédito privado é que o privado não exige que o aluno realize nenhum tipo de prova para ter acesso ao empréstimo. Normalmente, as universidades possuem instituições financeiras parceiras que realizam os processos sem grandes burocracias.

Normalmente, as taxas, os juros e o tempo disponível para pagamento variam de acordo com o banco ou financiadora. É comum que o valor dos juros, nesse caso, seja maior do que as taxas do FIES, já que o acesso não é limitado por nenhuma concorrência.

Muita gente acaba optando pelos empréstimos privados, já que o FIES não financia cursos EAD. Sendo assim, essa opção acaba sendo viável tanto para quem tem uma rotina que não permite o uso dos recursos presenciais, tanto para quem não alcançou bons resultados no ENEM.

Empréstimos além da graduação

Quem já terminou a graduação e agora precisa de um dinheiro para investir em uma atualização ou outros cursos de especialização, possui bastante dificuldade em contratar um empréstimo estudantil.

Isso acontece porque as regras do crédito estudantil costumam ser voltadas para estudantes que ainda estão matriculados em suas respectivas graduações. Mas, se esse é o seu caso,  saiba que também existem opções viáveis para você.

A Credjet é uma empresa capaz de te emprestar o capital necessário para você dar continuidade em seus estudos! Aqui, você pode conseguir empréstimo de R$ 600 até R$ 3000 de forma prática e facilitada.

Além disso, o pagamento pode ser realizado em até 12x. Essas condições são excelentes para você que precisa daquele empurrão para voltar para a faculdade e fazer o curso que almeja. Tudo isso sem grandes preocupações e burocracias.

Que tal aproveitar para fazer uma simulação de empréstimo aqui na Credjet? Com a gente, você consegue prever os valores das parcelas e, caso seja aprovado o empréstimo, o dinheiro estará na sua conta em até 24 horas!

E aí, gostou do conteúdo? Então, continue acompanhando nosso blog. Por aqui, estamos sempre trazendo novidades e sugestões do mundo financeiro para você!