Vale a pena fazer um empréstimo para pagar dívidas?

Postou em

O momento em que alguém se encontra endividado pode ser desesperador. Para voltar a ter as contas em dia, as opções mais rápidas e acessíveis são as mais atrativas - é aí que muita gente decide contratar um empréstimo para pagar as dívidas.

Uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) em 2016 mostrou que 41,6% dos brasileiros utilizaram o empréstimo pessoal com essa finalidade. Se você se encontra em débito e precisa de uma solução rápida, pode estar se perguntando:

Será que essa é a melhor alternativa? Quais são as vantagens? Qual o melhor momento para apostar nessa estratégia?

Para responder a essas dúvidas, a Credjet elaborou este post com tudo o que você precisa saber antes de contratar um empréstimo para quitar dívidas.

Leia mais: Como saber se meu nome está no SPC, Serasa ou SCPC?

Compensa fazer um empréstimo para pagar minhas dívidas?

como quitar dividas

Não há uma resposta direta para essa pergunta: tudo depende da sua situação, suas opções e necessidades. O que se pode dizer é que é necessário desmistificar o empréstimo como algo ruim; há casos em que esta é a solução mais assertiva.

Com o empréstimo pessoal, uma pessoa negativada consegue retomar o controle financeiro, por ser mais fácil de administrar do que várias dívidas espalhadas, além de, na maioria dos casos, reduzir os juros sobre o valor total.

Essas vantagens são ainda mais visíveis quando se trata de dívidas no cartão de crédito, já que a taxa de juros do cartão aparece como uma das mais altas do mercado.

O empréstimo pode ajudar a resolver seus problemas financeiros, mas é necessário se planejar e fazer todos os cálculos antes do contrato, para não transformar as dívidas em uma bola de neve.

Para tomar essa decisão, definimos 4 situações em que vale a pena pagar suas dívidas com um empréstimo. Acompanhe a leitura!

Quando compensa fazer um empréstimo para quitar dívidas?

mulher pensando com caneta na boca

Quando os juros do empréstimo são mais baixos

Uma das maiores preocupações de quem tem dívidas a pagar são os juros que acompanham as parcelas, aumentando muito o valor total a ser pago. Dependendo do tipo de dívida, as taxas podem duplicar o valor e, com o passar do tempo, sua situação só piora.

Antes de contratar um empréstimo, é importante verificar as tarifas que serão cobradas por parcela. Se os valores forem mais baixos do que as taxas das dívidas, vale a pena investir e ter mais tranquilidade em relação ao pagamento.

Não se esqueça de verificar, também, a quantidade de parcelas possíveis no empréstimo, para garantir que você tenha tempo suficiente para quitar a dívida.

Quando a dívida está no cartão de crédito ou cheque especial

Como foi citado anteriormente, o cartão de crédito tem uma das taxas de juros mais altas do mercado. Apesar da nova política do Banco Central para o rotativo ter melhorado este cenário - já que o valor do saldo negativo não sobe muito -, ainda pode ser mais vantajoso contratar um empréstimo.

Com as novas regras, você não pode pagar o valor mínimo da fatura do cartão por 2 meses seguidos - se não tiver dinheiro, precisa financiar o valor com o acréscimo de juros. Dessa forma, você não acumula a dívida por muito tempo, encontrando uma solução mais rápida

Ainda assim, os juros somados às parcelas são altos, podendo chegar a 9% ao mês. O empréstimo consignado, por exemplo, pode oferecer menos taxas e debita automaticamente da sua folha de pagamento, tornando o processo mais simples e ágil para você.

Quando é necessário limpar seu nome com rapidez

Além do óbvio problema de ter sua renda comprometida por um bom tempo, estar endividado traz outro inconveniente: o nome sujo em instituições de proteção ao crédito, como SPC, SCPC e Serasa.

O constrangimento de receber uma carta de um desses órgãos já é ruim, mas ser impedido de realizar diversas ações - como alugar um apartamento, dar entrada em um financiamento ou trocar de carro - por causa disso é ainda pior.

Até conseguir pagar sua dívida e sair da lista de negativados você corre o risco de perder essas oportunidades. O empréstimo é uma forma rápida de limpar seu nome e ficar livre para iniciar uma nova etapa de sua vida.

A questão, agora, seria: “é possível conseguir empréstimo estando negativado?”. A resposta é positiva! O processo é um pouco mais difícil, por causa da análise de crédito, mas alguns tipos de empréstimo atendem a esse público, como o empréstimo consignado.

Nesse caso, para calcular o tempo até conseguir ter o nome limpo, some o prazo de liberação do empréstimo, o processamento do pagamento da dívida e os 5 dias úteis até seu CPF ser removido da lista.

Outro caso que exige a agilidade dos empréstimos envolve a negociação da dívida com a empresa. Normalmente, há como diminuir o valor total ao adiantar algumas parcelas ou, até mesmo, pagar tudo de uma vez só. Conte com o empréstimo nessa situação!

Quando é melhor centralizar seus pagamentos

Se você tem dívidas com empresas diferentes, em cartões diferentes, pode ser difícil se organizar para pagar tudo em dia, sem atrasos e com o valor correto. Ao contratar o crédito você substitui várias dívidas por uma só e consegue unificar seus pagamentos e organizar as finanças.

Se interessou em contratar um empréstimo? Faça uma simulação de crédito no site da Credjet! É fácil, rápido e te deixa tranquilo, longe das dívidas.

Últimos Artigos sobre Finanças e Empréstimo Online

Posts relacionados

prev_buttnext_butt