Quer descobrir como investir no tesouro direto? Saiba mais!

Postou em

Você já conhece o Tesouro Direto? Trata-se de um título público de renda fixa, emitido pelo Tesouro Nacional e disponibilizado para qualquer pessoa. Ou seja, o Tesouro Direto permite que você “empreste” dinheiro ao governo federal, por meio do investimento em um dos títulos disponíveis.

Esse é um tipo de investimento que tem caído no gosto dos brasileiros por muitos motivos. Por exemplo, é possível começar a investir no tesouro com pouco dinheiro, a liquidez ocorre de forma mais simples e direta, a segurança com relação aos prazos e pagamentos são praticamente totais. Além de tudo isso, o tesouro direto é facilmente manuseável, sendo assim, investir por meio do site do governo é muito simples.

Confira nosso passo a passo de como investir no Tesouro Direto:

Os títulos públicos que são emitidos pelo governo federal possuem o objetivo de arrecadar montantes de dinheiro para que o governo possa financiar e pagar suas obras, atividades e movimentações nas áreas da saúde, educação e infraestrutura, por exemplo. O órgão responsável pela emissão desses títulos é a STN, Secretaria do Tesouro Nacional.

O processo de compra de títulos pode acontecer de duas formas: você pode participar de um fundo de investimentos, administrado por profissionais, ou você também tem a opção de comprar seus títulos por meio da Secretaria do Tesouro, de forma direta, através da internet. No nosso passo a passo, as instruções serão voltadas para você que deseja comprar títulos de forma direta.

Primeiro passo:

Antes de qualquer coisa, você  pode acessar o site do tesouro e fazer uma simulação de investimento, para ter ideia do quanto seu dinheiro irá render. Com base nas quantias investidas, no prazo de vencimento e até no tipo de título que você irá escolher, será possível simular os valores resultantes, assim, fica mais fácil avaliar suas oportunidades.

Por lá, você pode escolher entre títulos do Tesouro Selic, do Tesouro IPCA, com valores Prefixados, entre outros. Independentemente de qual tipo de título você escolher, o site do tesouro irá te fornecer datas, prazos e valores aproximados de seus possíveis rendimentos.

Segundo passo:

Para acessar o site do Tesouro você precisa ter um CPF ativo. Se nesse quesito sua documentação está regular, então, basta escolher uma instituição financeira que te permita movimentar investimentos no Tesouro Direto. Você pode optar por um banco ou por uma corretora, ambos possuem operadores habilitados, que são denominados agentes de custódia.

O Brasil possui inúmeras opções de instituições financeiras habilitadas, portanto, vale a pena estudar quais são as melhores opções para seu perfil e quais oferecem maior segurança;  Após escolher uma instituição financeira de sua preferência, basta solicitar que a empresa crie sua conta junto ao Tesouro, logo você receberá sua senha de acesso via email.

Terceiro passo:

Para garantir sua segurança, é recomendado que seu terceiro passo seja mais burocrático. Assim que você receber sua senha provisória da BM&FBovesp, acesse o Portal do Investidor, utilizando a senha que lhe foi fornecida, e a substitua por uma nova combinação.

O padrão do Portal recomenda senhas com um padrão que varia de 8 a 16 dígitos. Para que sua senha seja considerada forte e o mais segura possível, inclua números, letras e até caracteres especiais, como o arroba, o ponto de interrogação e exclamação.

Quarto passo:

Após trocar sua senha, chegou a hora de iniciar dar seus primeiros passos no universo dos investimentos. Para isso, você precisa transferir o valor que deseja investir da sua conta bancária para sua conta na instituição financeira em que se cadastrou no início desse processo.

É importante lembrar que, com o Tesouro Direto, você consegue começar a investir com pouco dinheiro, sendo assim, não é preciso esperar grandes montantes para fazer sua primeira movimentação. Com apenas R$ 30,00 em sua aplicação inicial e nos depósitos mensais, você já consegue começar .

Quinto passo:

Chegamos ao momento de colocar a mão na massa! Nesse processo, você poderá optar entre investir diretamente pela plataforma oficial do tesouro direto, bem como pelo APP, ou realizar suas movimentações por meio da plataforma da instituição financeira que havia escolhido.

De uma forma ou de outra, ao realizar seu primeiro investimento, você já pode ser considerado um investidor e está pronto para continuar movimentando seus fundos com segurança e praticidade.

O site do Tesouro fica disponível vinte quatro horas por dia, todos os dias da semana, para consultas. Já para investir ou resgatar valores, você tem a opção de acessar o portal entre às 9h30 e às 18h e realizar movimentações com valores e taxas disponíveis no momento da transação. Também é possível realizar essas operações entre às 18h e 5h, entretanto, os preços e taxas são considerados apenas valores de referência.

E aí, gostou do post? Então, continue acompanhando nosso blog! Sempre trazemos novidades, dicas e sugestões sobre o mundo financeiro!

Até a próxima!