Quanto rende a poupança? Veja o rendimento mensal!

Postou em

A poupança é uma das formas de investimento preferidas dos brasileiros, mas muita gente ainda não sabe qual o rendimento mensal que ela gera. Compensa mesmo apostar nessa alternativa? Existem formas mais vantajosas de fazer seu dinheiro render? Quanto rende a poupança realmente?

Sabemos que responder a essas perguntas é importante quando analisamos alguns dados recentes. Um levantamento de 2018 da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) mostrou que 88% das pessoas que realizaram algum tipo de aplicação escolheram a caderneta da poupança.

Será que essa é a melhor opção ou é apenas a mais acessível?

Antes de decidir por um investimento, informe-se, tire dúvidas e planeje-se para obter o máximo de rendimento possível do seu dinheiro. Aqui, no blog da Credjet, temos diversos posts como este que podem te ajudar nesse processo. Acompanhe!

Como calcular o rendimento da poupança?

Deixar dinheiro na caderneta de poupança é como emprestá-lo ao banco para, no futuro, receber os juros dessa operação - uma taxa com a rentabilidade acumulada no período. Esse rendimento sofreu diversas variações ao longo do tempo.

Até maio de 2012, por exemplo, esse cálculo não dependia da Taxa Selic, a taxa básica de juros. Quem aplicou dinheiro até essa data recebia - e continua recebendo - um rendimento mensal de 0,5% + a Taxa Referencial (TR), o que poderia render um bom valor.

Depois desse período, além da variação da TR o rendimento passou a acompanhar a Selic. Após a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) em reduzir a taxa, em setembro de 2019, essa conta é menos vantajosa.

O cálculo envolve as duas taxas da seguinte forma: o valor mensal da TR define a remuneração básica enquanto a Selic define a remuneração adicional.

Quanto rende a poupança por mês? E por ano?

quanto rende a poupança por mês

Para calcular o rendimento mensal da poupança, basta ter acesso aos valores da Taxa Selic e da Taxa Referencial. Atualmente, funciona assim:

Quando a meta anual da Selic for igual ou inferior a 8,5% - o que é válido hoje -, a remuneração adicional será 70% do valor da  taxa. Quando for superior a esse percentual, será de 0,5% ao mês.

Com a Selic a 0,5% e a TR a 0%, o rendimento mensal é de 70% da Taxa Selic + a TR.

Por ano, o rendimento da poupança seria de, aproximadamente, 3,50%.

Portanto, para calcular a rentabilidade de seus investimentos é só multiplicar o valor por 0,5%. Se pensarmos em R$ 1.000,00, por exemplo, seu lucro mensal seria de R$ 5,00 e o anual seria de R$ 50,00.

Esse cálculo te trouxe satisfação ou decepção sobre as vantagens da poupança?

Vale a pena deixar seu dinheiro na poupança? É vantajoso?

vale a pena deixar dinheiro na poupança

A resposta objetiva seria: como investimento, não; como fundo de emergência, pode ser.

A caderneta é uma das formas mais usadas pelos brasileiros para guardar dinheiro, basicamente por dois motivos: o fácil acesso e utilização e a segurança. A vantagem dessa aplicação é permitir a retirada do dinheiro a qualquer momento - o que é importante para quem deseja contar com uma reserva emergencial.

No entanto, mesmo esse benefício pode ser desvantajoso dependendo da situação. Os juros gerados são atualizados a cada 30 dias - operação conhecida como o “aniversário da poupança”. Considere, por exemplo, que você precise sacar o dinheiro antes desse período; você perderá o rendimento do mês todo.

Além disso, a baixa rentabilidade faz com que esta seja a aplicação menos vantajosa para quem quer realmente investir e ver o dinheiro se multiplicar. Além do cálculo da Selic + a TR, considere a inflação da época do investimento.

Um bom rendimento precisa estar acima da inflação; é o chamado investimento real:

rendimento absoluto da poupança - o valor da inflação = investimento real

Se a inflação superar o valor do seu rendimento, seu dinheiro é desvalorizado e você acaba perdendo poder de compra.

Diante dessas considerações, muita gente prefere escolher outros tipos de aplicação. Até mesmo quem deseja apenas guardar um dinheirinho pode contar com melhores rendimentos. Afinal, é essencial saber valorizar sua aplicação.

Quais investimentos rendem mais que a poupança?

investimentos que rendem mais que poupança

Para escolher o fundo de investimento ideal para você é preciso levar em conta seu objetivo, os rendimentos mensais e anuais, a flexibilidade no saque e a segurança da aplicação.

Existem diversas alternativas no mercado financeiro que são tão seguras quanto a poupança, com a vantagem de ter rendimentos muito melhores. Os investimentos de Renda Fixa fazem parte desse grupo.

Eles permitem que você saiba o quanto seu dinheiro irá render antes mesmo de contratar a aplicação. Além disso, têm o seguro do Tesouro Nacional ou do Fundo Garantidor de Créditos (FGC). As opções mais famosas são o CDB, o Tesouro Diretoe as Letras de Crédito.

Escolha a aplicação mais adequada e faça seu dinheiro render! Se você quer investir, mas não tem dinheiro sobrando, considere fazer um empréstimo pessoal para quitar suas dívidas e começar a construir seu futuro.

Conte com a Credjet para isso acontecer!tipos de aplicação. Até mesmo quem deseja apenas guardar um dinheirinho pode contar com melhores rendimentos. Afinal, é essencial saber valorizar sua aplicação.

Últimos Artigos sobre Finanças e Empréstimo Online

Posts relacionados

prev_butt

Postou em

Como já comentamos em alguns textos aqui no blog da Credjet, a pandemia do Covid-19 atingiu diferentes campos da nossa sociedade moderna. Negócios, comércio e economia estão sofrendo com essa crise que não nos apresenta um cenário promissor, mas e o planejamento de gastospessoais, como ele fica nesse momento?

leia mais >>

Postou em

Está com o “nome sujo”? Conheça as dicas para renegociar dívidas

A falta de um bom planejamento financeiro é um dos principais motivos para o alto índice de dívidas no Brasil. Pouco mais de 60 milhões de brasileiros têm contas atrasadas, segundo dados do Serasa Experian. Apesar de poucos saberem como realmente se livrar desse peso, renegociar dívidas não é tão difícil quanto parece.

leia mais >>

mulher executiva sorrindo com notebook na mesa

Postou em

Se você é um empreendedor com certeza entende a importância de manter um capital de giro. No entanto, também deve saber que nem sempre isso é possível. Veja, a seguir, como funciona um empréstimo empresarial.

leia mais >>

next_butt