Fiz um empréstimo e não paguei, o que acontece?

Postou em

Quem nunca fez um empréstimo e não conseguiu pagar? Essa é a realidade de muitos brasileiros, ainda mais devido à crise que vai e vem de tempos em tempos. Com o salário do mês, muitas vezes não é possível arcar com as despesas fixas, muito menos as variáveis, e isso faz com que recorramos ao empréstimo para nos salvar das dívidas.

 Existem vários tipos de empréstimos: pessoal, consignado, cheque especial, enfim, opção é o que não falta. Mas, às vezes, agimos por impulso e não consideramos qual é o melhor empréstimo para o momento, e, por isso, acabamos nos “afogando” nos juros altíssimos.

 Se você se enquadra nessa situação de quem fez um empréstimo e ainda não conseguiu pagar, tenha calma, pois vamos ajudá-lo a esclarecer todas as dúvidas sobre o que acontece e o que fazer para reverter a situação. Acompanhe a leitura!

O que acontece quando não pagamos o empréstimo? Veja as consequências!

pendurar patrimonio

Fazer empréstimo pessoal e deixar de pagar alguma parcela ou atrasar é um erro cometido por muitas pessoas, e isso traz muitas consequências ruins. Está preparado para saber quais são? Veja a seguir!

1. Nome sujo no mercado

Como todos devem saber, o principal problema em não pagar uma conta é o nome sujo. Após o vencimento da fatura, você recebe uma notificação de débito em atraso, caso não pague a conta em até dez dias, a instituição financeira vai cadastrar seu nome no SPC e Serasa.

Se você sujar seu nome, seu CPF fica negativado e, assim, se torna muito complicado fazer operações financeiras, como abertura de conta, aluguel de imóveis, cartão de crédito, enfim, diversas atividades. Além do mais, os bancos e instituições saberão que você está negativado e não oferecerão mais linha de crédito para você.

Assim, os problemas acumulam e a dívida fica ainda maior, já que, com o nome sujo, fica ainda mais difícil conseguir recursos para saldar suas dívidas. 

2. Score Serasa baixo

acompanhe sua pontuação

Se seu nome ainda não sujou (inscrito nos órgãos de proteção), certamente sua pontuação do Serasa já diminuiu. Essa pontuação é importante porque envolve sua identidade financeira para as instituições que oferecem crédito, apontando se você é um bom pagador ou não. Por isso a importância em manter o score alto.

Se deixou de pagar um empréstimo e sua pontuação estiver baixa, fica mais complicado adquirir um bom limite de crédito e prazos que lhe eram oferecidos antes, pois o banco vai ver que a possibilidade de você pagar as contas são menores e que provavelmente vai atrasar quando for pagar.

A pontuação do Serasa varia bastante de pessoa em pessoa, e vai de 0 a 1000 pontos: quanto mais próximo do mil, maiores chances da pessoa pagar em dia e, quanto mais próximo de 0, mais chance de não pagar ou atrasar.

Um dos principais requisitos então para sair de qualquer dívida é deixando a pontuação do Serasa com maior valor possível, pois assim você vai conseguir um empréstimo mais facilmente e, como consequência, vai se librerar das dívidas.

Confira o post Aprenda como aumentar o score Serasa! e fique por dentro de como melhorar sua pontuação!

3. Telefonemas indesejados

Se você possui dívidas e não deu um esclarecimento para a instituição financeira, provavelmente vai começar a receber telefonemas bem desagradáveis ao longo do dia. Nem sempre é o banco que faz a cobrança: muitas vezes, a instituição contrata uma empresa especializada em cobranças.

Isso significa que não tem dia ou hora para receber ligação, indo desde o horário de trabalho até a hora de dormir, qualquer dia da semana. Então enquanto a dívida não for paga, você e sua família continuarão recebendo as ligações sem fim.

4. Histórico ruim no banco ou instituição

registre tudo

Se você fez um empréstimo no banco e ficou em dívida por um tempo, criará um histórico ruim com ele e, mesmo que a dívida seja paga, o histórico ruim pode atrapalhar na hora de conseguir um financiamento ou crédito que venha a precisar futuramente.

Como resolver esse problema?

A melhor alternativa para sair das dívidas é não fugindo delas. Entre em contato com a instituição para a qual está devendo e demonstre interesse em pagar sua conta, propondo uma renegociação.

Tenha em mãos os comprovantes de recebimentos e gastos mensais para tentar negociar taxas de juros diferenciadas que sejam alcançáveis. É muito mais conveniente para a empresa diminuir os juros do que correr o risco de não receber.

Então a dica é tentar negociar de uma maneira que seja possível para você.

Se você ainda está dentro do prazo para pagar suas dívidas, é hora de sentar e fazer os cálculos dos juros, talvez um empréstimo com juros menores pode salvar seu nome e possibilitar uma nova chance de se organizar financeiramente!

Quer fazer uma simulação de gastos? Aqui, na Credjet, fazemos empréstimo pessoal online, sem burocracia e com juros bem acessíveis. Que tal fazer uma simulação sem compromisso? 

E se esse conteúdo foi relevante para você, continue acompanhando nosso blog e receba sempre conteúdos relacionados!

Últimos Artigos sobre Finanças e Empréstimo Online

Posts relacionados

prev_butt

Postou em

Como já comentamos em alguns textos aqui no blog da Credjet, a pandemia do Covid-19 atingiu diferentes campos da nossa sociedade moderna. Negócios, comércio e economia estão sofrendo com essa crise que não nos apresenta um cenário promissor, mas e o planejamento de gastospessoais, como ele fica nesse momento?

leia mais >>

Postou em

Está com o “nome sujo”? Conheça as dicas para renegociar dívidas

A falta de um bom planejamento financeiro é um dos principais motivos para o alto índice de dívidas no Brasil. Pouco mais de 60 milhões de brasileiros têm contas atrasadas, segundo dados do Serasa Experian. Apesar de poucos saberem como realmente se livrar desse peso, renegociar dívidas não é tão difícil quanto parece.

leia mais >>

mulher executiva sorrindo com notebook na mesa

Postou em

Se você é um empreendedor com certeza entende a importância de manter um capital de giro. No entanto, também deve saber que nem sempre isso é possível. Veja, a seguir, como funciona um empréstimo empresarial.

leia mais >>

next_butt